Notícias
Victor nega agressão à mulher grávida: ‘Jamais agrediria alguém’
O cantor disse que jamais agrediria alguém, muito menos a mulher grávida de seu filho João

O cantor Victor, da dupla Victor & Léo, falou pela primeira vez neste domingo à noite sobre o caso envolvendo a denúncia de violência à sua mulher, Poliana Bagatini Chaves, que o acusou de agressão após uma discussão no apartamento em que moram, em Belo Horizonte, e depois voltou atrás. Em entrevista ao Fantástico, da Rede Globo, num hangar na Pampulha (MG) a caminho de Campinas (SP), Victor disse que jamais ocorreu agressão, mas não deu detalhes do motivo da denúncia da mulher à polícia. “Jamais houve agressão, jamais agrediria alguém, muito menos minha mulher, grávida de meu filho João.”

O cantor não quis alongar a conversa e disse que trataria de preservar a família. “Estou chocado com os acontecimentos, e surpreso com a repercussão de tudo isso. Por isso vou tratar de preservar minha família, me retirar, não quero mais exposição, não quero mais falar sobre o assunto, desculpe”, disse o cantor, repetindo: “Não vou falar mais porque qualquer coisa que falar aumenta a exposição. Não houve agressão, nunca agredi ninguém muito menos minha família.”

A repórter perguntou, então, se a mulher dele tinha algum tipo de transtorno. “Não exponho minha família˜, finalizou o cantor, que pediu para fazer imagens da família somente de costas.

Esposa foi à polícia

Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais, Poliana, que está grávida, disse na sexta-feira, ao registrar a ocorrência na delegacia que foi jogada ao chão por Victor e chutada por ele. Neste domingo, no entanto, ela divulgou uma carta em seu perfil no Instagram no qual diz que Victor “não a machucou, nem nunca machucaria” e pediu paz para poder “voltar a se dedicar ao seu marido, à minha filha e à minha gravidez”. Na mesma carta, ela afirma que Victor não cometeu nenhum crime.